Meu Perfil
BRASIL, Sudeste, Homem, de 36 a 45 anos, Arte e cultura, Cinema e vídeo



Histórico


Votação
 Dê uma nota para meu blog


Outros sites
 A quem interessar possa
 Blog da Babi
 Blog da Loba
 Blog do TAS
 Blog da Gi
 Blog da Anucha
 Meu Canto
 Momento de Sonhar
 Chico Buarque
 Blog da Déa
 Blog da Marta Matos
 Blog da Srta Butterfly
 Blog da Fabiana
 Blog da Barbara
 Blog da Jó
 Blog da Ju
 Indirazinha
 Blog da Elza
 Blog da Jacque
 Blog da Liliane
 Blog da Milena
 Blog da Sanka
 Blog da Sayô
 Blog do Leon


 
A pergunta que não quer calar !


NUNCA PARE DE SONHAR
Gonzaguinha
Ontem um menino que brincava me falou
Hoje é semente do amanhã
Para não ter medo que este tempo vai passar
Não se desespere e nem pare de sonhar
Nunca se entregue, nasça sempre com as manhãs
Deixe a luz do sol brilhar no céu do seu olhar
Fé na vida, fé no homem, fé no que virá
Nós podemos tudo,
nós podemos mais




Olá Pessoal, tudo bem com vocês?

minha pergunta está relacionada com a música acima e com a notícia abaixo...
925 milhões de pessoas passam fome no mundo
ROMA (AFP) - O número de pessoas com fome no mundo passou de 850 para 925 milhões em 2007,
devido à disparada dos preços dos alimentos, anunciou nesta quarta-feira em Roma o diretor da
Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO), Jacques Diuf.
"O número de pessoas subnutridas antes da alta dos preços de 2007-2008 era de 850 milhões. Este
número aumentou durante o ano 2007 em 75 milhões, alcançando os 925 milhões"
, declarou Diuf
em audiência nas Comissões das Relações Exteriores e de Agricultura do Parlamento italiano.
O índice FAO dos preços dos alimentos teve aumento de 12% em 2006 com relação ao ano
anterior, de 24% em 2007 e de 50% durante os sete primeiros meses deste ano, acrescentou Diuf.
"É preciso investir 30 bilhões de dólares por ano para duplicar a produção de alimentos e acabar
com a fome"
, acrescentou.
Segundo ele, este valor é
"bastante modesto" se comparado às somas desembolsadas pelos países
membros da Organização para a Segurança e a Cooperação na Europa (OSCE) em apoio à sua
agricultura (376 bilhões de dólares) ou a seus gastos com armamento (1,2 trilhão de dólares em 2006).
Os países membros da FAO se comprometeram durante a cúpula no início de junho em Roma a
reduzir pela metade o número de pessoas que sofrem de fome até 2015, apesar da crise de alimentos,
segundo a declaração final desta reunião.
Este texto, obtido após árduas negociações, reitera as conclusões das cúpulas sobre alimentação
de 1996 e 2002:
"Alcançar a segurança alimentar" e "Reduzir à metade o número de pessoas
subnutridas até 2015 no máximo"
.
Em Roma, Diuf considerou que, com as tendências observadas hoje, "esta meta seria alcançada
em 2150 em vez de 2015".
Na cúpula de Roma, os doadores se comprometeram a conceder mais de 6,5 bilhões de dólares
para a luta contra a fome a pobreza.

aí pergunto a vocês:
DÁ PARA SONHAR AINDA COM UM FUTURO MELHOR?
saudações alviverdes.


Escrito por Pinho às 16h45
[] [envie esta mensagem] [ ]



Todas Elas juntas Num Só Ser
Lenine / Carlos Rennó

Não canto mais Babete nem Domingas
Nem Xica nem Tereza, de Ben Jor;
Nem Drão nem Flora, do baiano Gil;
Nem Ana nem Luiza, do maior;
Já não homenageio Januária,
Joana, Ana, Bárbara, de Chico;
Nem Yoko, a nipônica de Lennon;
Nem a cabocla, de Tinoco e de Tonico;
Nem a tigresa nem a Vera gata
Nem a branquinha, de Caetano;
Nem mesmo a linda flor de Luiz Gonzaga,
Rosinha, do sertão pernambucano;
Nem Risoflora, a flor de Chico Science,
Nenhuma continua nos meus planos.
Nem Kátia Flávia, de Fausto Fawcett;
Nem Anna Júlia do Los Hermanos.

Só você,
Hoje eu canto só você;
Só você,
Que eu quero porque quero, por querer.

Não canto de Melô pérola negra;
De Brown e Hebert, uma brasileira;
De Ari, nem a baiana nem Maria,
Nem a Iaiá também, nem minha faceira;
De Dorival, nem Dora nem Marina
Nem a morena de Itapoã;
Divina garota de Ipanema,
Nem Iracema, de Adoniran.
De Jackson do Pandeiro, nem Cremilda;
De Michael Jackson, nem a Billie Jean;
De Jimi Hendrix, nem a doce Angel;
Nem Ângela nem Lígia, de Jobim;
Nem Lia, Lily Braun nem Beatriz,
Das doze deusas de Edu e Chico;
Até das trinta Leilas de Donato,
E de Layla, de Clapton, eu abdico.

Só você,
Canto e toco só você;
Só você,
Que nem você ninguém mais pode haver.

Nem a namoradinha de um amigo
E nem a amada amante de Roberto;
E nem Michelle-me-belle, do beattle Paul;
Nem Isabel - Bebel - de João Gilberto;
E nem B.B., la femme de Serge Gainsbourg;
Nem, de Totó, na malafemmená;
Nem a Iaiá de Zeca Pagodinho;
Nem a mulata mulatinha de Lalá;
E nem a carioca de Vinícius
E nem a tropicana de Alceu
E nem a escurinha de Geraldo
E nem a pastorinha de Noel
E nem a namorada de Carlinhos
E nem a superstar do Tremendão
E nem a malaguenha de Lecuona
E nem a popozuda do Tigrão

Só você,
Hoje elejo e elogio só você,
Só você,
Que nem você não há nem quem nem quê.

De Haroldo Lobo com Wilson Batista,
De Mário Lago e Ataulfo Alves,
Não canto nem Emília nem Amélia,
Nenhuma tem meus vivas! E meus salves!
E nem Angie, do stone Mick Jagger;
E nem Roxanne, de Sting, do Police;
E nem a mina do mamona Dinho
E nem as mina – pá! - do mano Xiz!
Loira de Hervê e loira do É O Tchan,
Lôra de Gabriel, o Pensador;
Laura de Mercer, Laura de Braguinha,
Laura de Daniel, o trovador;
Ana do Rei e Ana de Djavan,
Ana do outro rei, o do baião
Nenhuma delas hoje cantarei:
Só outra reina no meu coração.

Só você,
Rainha aqui é só você,
Só você,
A musa dentre as musas de A a Z.

Se um dia me surgisse uma moça
Dessas que com seus dotes e seus dons,
Inspira parte dos compositores
Na arte das palavras e dos sons,
Tal como Madallene, de Jacques Brel,
Ou como Madalena, de Martinho;
Ou Mabellene e a sixteen de Chuck Berry,
E a manequim do tímido Paulinho;
Ou como, de Caymmi, a moça prosa
E a musa inspiradora Doralice;
Se me surgisse uma moça dessas.
Confesso que eu talvez não resistisse;
Mas, veja bem, meu bem, minha querida;
Isso seria só por uma vez,
Uma vez só em toda a minha vida!
Ou talvez duas... mas não mais que três...

Só você...
Mais que tudo é só você;
Só você...
As coisas mais queridas você é:

Você pra mim é o sol da minha noite;
É como a rosa, luz de Pixinguinha;
É como a estrela pura aparecida,
A estrela a refulgir, do Poetinha;
Você, ó flor, é como a nuvem calma
No céu da alma de Luiz Vieira;
Você é como a luz do sol da vida
De Stevie Wonder, ó minha parceira.
Você é pra mim e o meu amor,

Crescendo como mato em campos vastos,
Mais que a gatinha para Erasmo Carlos;
Mais que a cigana pra Ronaldo bastos;
Mais que a divina dama pra Cartola;
Que a domna pra Ventadorn, Bernart;
Que a honey baby pra Waly Salomão
E a funny valentine pra Lorenz Hart.

Só você,
Mais que tudo e todas, é só você;
Só você,
Que é todas elas juntas num só ser.


Olá amigos e amigas! tudo bem com vocês?

cá estou para, deixar mais uma questão:
QUEM É TUDO PARA VOCÊ?

para essa, deixo a resposta... a música acima é dedicada a D.Patroa, D. Cris.

saudações alviverdes.



Escrito por Pinho às 10h22
[] [envie esta mensagem] [ ]




[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]